Espaço Acesse - Guia de Compras no Brasil

 
 

Índice: Comparadores de preço | Afinal, o que é um comparador de preços? | Plataformas de afiliados | Afinal, o que é programa de afiliados? | Confira alguns programas

Fique atento à alguns dicas!

Elas podem fazer uma grande diferença no bolso.

Não só uma pesquisa de preços que é uma boa prática e é adotada por quem compreende o valor do dinheiro, mas também ficar de olho em algumas dicas antes de efetuar uma compra pela internet. Afinal, há sempre a possibilidade de encontrarmos produtos idênticos ao que estamos procurando por preços mais convidativos ou mesmo similares com a mesma qualidade e também com preços mais baixos. Por isso, neste post iremos apresentar a você algumas dicas sobre como é possível economizar com a pesquisa de preços, e itens que vale a pena se atentar.

Precios Mundi, simplismente compara o preço dos produtos e serviços em todo o mundo!


Comparadores de preço:

Buscapé

aec

Buscapé é um site de serviços gratuitos de busca de produtos e pesquisa de preços, além de um centro de comércio virtual, onde se pode comprar produtos de várias lojas diferentes, desde o segundo semestre de 2017

Em 2017, o site Buscapé, de acordo com a Buscapé Company, recebia mais de 60 milhões de acessos mensalmente e tinha 25 milhões produtos para comparação (de mais de 8.500 lojas), sendo o líder nesse tipo de serviço no Brasil.

Em setembro de 2009, Naspers adquiriu 91% das ações do Buscapé.

Em 13 de maio de 2019 o portal de comércio eletrônico Zoom concretiza a compra do concorrente Buscapé

Jacotei

aec

Jácotei é um site de publicidade na internet, não é uma loja e não vende produtos ou serviços para seus usuários. Seu uso é GRATUITO, mas antes, você deverá ler e aceitar nossas Condições de Uso. Se não aceitá-las, por favor, não use o JÁCOTEI. As informações sobre os produtos são capturadas diariamente nas lojas por programas criados pelo JÁCOTEI e podem ter sido modificadas pelas mesmas da hora da captura até este momento, ou por outros problemas técnicos.

Em função disso, você concorda que as informações das lojas são as que devem ser validadas para sua decisão de compra, não responsabilizando o JÁCOTEI por eventuais divergências ou problemas com a compra. Sugerimos: Exija sempre a nota fiscal da loja.

Bondfaro

aec

Bondfaro foi um projeto de négocio desenvolvido em 1999, quando um grupo de sócios(Guilherme Pacheco, Gustavo Guida Reis, José Guilherme Pierotti, Roberto Malta e Rodrigo Guarino) resolveram criar uma ferramenta de busca de produtos, agregando em um único site milhares de produtos e lojas, sendo possível assim, comparar rapidamente preços e características dos produtos.

Em 2000, teve o início de suas atividades na internet a partir de investimentos da incubadora de negócios Painel Internet e com o Banco Fator.

Em 2005 a empresa a Buscape recebeu um aporte adicional do fundo de investimentos Great Hill Partnes para que o Bondfaro, maior concorrente do Buscape fosse fundido ao Buscape. O resultado dessa fusão foi o maior site de pesquisa de preços da América Latina.

Zoom

aec

Zoom Garante é um serviço gratuito de controle de qualidade, que dá todo o suporte necessário e resolve problemas de atraso na entrega da sua compra feita através do Zoom. Se a loja não cumprir o prazo de entrega, a gente resolve. Você recebe sua compra ou seu dinheiro de volta até R$5.000. Sem pagar nada extra e sem letras miúdas.

O Zoom Garante é um serviço totalmente gratuito.

É muito simples. Primeiramente, antes de navegar pelo Zoom, identifique-se usando o seu e-mail. Se preferir, faça o seu login ou crie uma conta. Assim, você não vai precisar preencher o seu e-mail a cada nova visita ao nosso site.

Depois, pesquise, escolha o seu produto e a loja que irá comprar através do Zoom. Se tiver problemas com a entrega do seu produto, nos avise. Clique aqui

Price Grabber

aec

PriceGrabber.com é um site de comparação de preços e serviço de comércio de conteúdo distribuído, fundado em 1999 pelos ex-CEOs Kamran Pourzanjani e Tamim Mourad. A empresa faz parceria com comerciantes, varejistas e vendedores para fornecer informações sobre uma ampla gama de produtos.

Trivago

aec

Trivago é um motor de busca e comparador de preço de hotéis e periféricos em geral, atualmente o maior do mundo. O site compara preços de mais de 700 000 hotéis e periféricos em mais de 200 sites de reserva e compra, como o Expedia, Booking.com, kabum.com ou Hoteis.com.

Com sua sede em Düsseldorf, recebe mais de 45 milhões de visitas todos os meses nas suas 40 plataformas internacionais. Integra mais de 82 milhões de opiniões sobre hotéis e periféricos e 14 milhões de fotos.

Melhor Plano

aec

Melhor Plano te ajuda a escolher o melhor serviço de telefonia e internet para a sua casa e para o seu bolso, oferecendo informações claras e ferramentas gratuitas que facilitam a escolha do plano ideal.

Já ajudamos mais de 8 milhões de pessoas a tomarem decisões mais informadas, resolverem problemas e a economizarem em seus planos.

O Melhor Plano não faz parte e nem representa nenhuma operadora. Por isso, não somos responsáveis pela contratação ou pelo serviço prestado.

Em alguns casos, nós recebemos um valor por fazer a mediação entre o usuário e a operadora. Porém, isso não afeta a forma como exibimos os planos ou oferecemos informações. Nosso compromisso é, em primeiro lugar, com você e, para isso, priorizamos a imparcialidade.

Caso algum plano seja promovido em nossa plataforma, nós iremos te informar de forma clara.

Baixou

aec

Baixou monitora as lojas aguardando os preços baixarem. A cada hora os preços dos produtos são atualizados.

As lojas alteram os preços de seus produtos diariamente. Os preços podem baixar ou subir.

O Baixou analisa e separa os produtos que baixaram e coloca à disposição para que todos fiquem sabendo.

Google Shopping

aec

Google Shopping, antigo Google Product Search, Google Products e Froogle, é um serviço Google inventado por Craig Nevill-Manning que permite aos usuários procurarem por produtos em sites de compras online e comparar os preços entre os diferentes fornecedores.

Originalmente, o serviço listava os preços submetidos pelos comerciantes e foi monetizado pelo AdWords fazendo anúncios como outros serviços do Google. Porém, em Maio de 2012, o Google anunciou que o serviço (do qual também foi imediatamente renomeado para Google Shopping) iria mudar no final de 2012 para um modelo pago, onde os comerciantes teriam que pagar à companhia para poder listar seus produtos no serviço.

Shopping Uol

aec

2.1. O site Shopping Uol oferece ao usuário, a título gratuito, um sistema de pesquisa de informações cujo objetivo é oferecer aos usuários um serviço de busca e comparação de condições de venda de produtos e serviços, através de busca personalizada em lojas online, por meio do qual os usuários podem encontrar produtos e serviços, bem como informações sobre forma de pagamento, preços e os meios de entrega, na forma do item 2.1.1 abaixo.

2.1.1. O Buscapé disponibiliza uma lista de preços e informações diversas sobre variados produtos e serviços oferecidos por diversas lojas online nacionais nos exatos termos dos dados obtidos junto aos referidos sites, nos moldes de um serviço de anúncios de classificados de jornais. Nos casos em que o usuário manifeste a intenção de comprar qualquer produto ou serviço que resultou da pesquisa realizada, o Site direcionará o usuário para o site da empresa responsável pela oferta, para que o usuário possa realizar a compra do produto no site da referida empresa, sendo certo que, independente do direcionamento pelo Buscapé, quem comercializará o produto ou serviço para o usuário será a empresa responsável pela oferta.

2.2. Por ser um canal que disponibiliza gratuitamente seus serviços e também por não comercializar produtos e serviços, o Site não é responsável, em qualquer hipótese, por produtos ou serviços adquiridos pelo usuário, tampouco pela relação entre o usuário e a loja online escolhida para efetuar a aquisição de produtos ou serviços. Não obstante, se houver alguma divergência entre o usuário e a loja online, o Buscapé fará a intermediação entre o usuário e a loja online para que eles diretamente resolvam eventual problema.

Leia mais em Termo de uso

Compare Techtudo

aec

Tech Tudo é um site de comparação de preços focado em eletrônicos, como celulares, aparelhos de áudio, videogames, câmeras e notebooks. As ofertas são inseridas de forma automática, com bots que fazem o rastreio constante das principais lojas virtuais do Brasil.

Ao entrar na plataforma, o consumidor se depara com promoções em destaques já visando a Black Friday e alguns preços em destaques, com valores abaixo da média. Quem quiser ser avisado quando surgir “ofertas exclusivas”, basta cadastrar o nome e o e-mail no serviço, mais precisamente no campo disponível na parte de baixo na página principal.

Reduza

aec

Reduza Reduza, para usá-lo basta encontrar o produto que você quer comprar na internet. Observe a animação:

Copie e cole o link em nosso site e clique em "reduzir preço" e deixa o resto com a gente! Se preferir, faça uma busca. Moleza, né?

Black Friday

aec

Em 2020 a Black Friday será no dia 27 de Novembro. A data mais esperada com ofertas do Brasil está chegando!

O evento acontece sempre na sexta-feira, após o feriado de ação de graças nos Estados Unidos.

Coloque a data no seu calendário e prepare-se para se juntar a milhões de consumidores em todo o mundo que irão fazer negócios incríveis comprando os produtos de seus sonhos.

Vah

aec

O Vah é um comparador de preços dos principais serviços de transporte. Aqui você pesquisa aplicativos de transporte, passagens aéreas, passagens de ônibus, aluguel de carros, além de carona compartilhada no Brasil e no exterior. Ficou fácil encontrar o transporte mais barato!

Você não paga nenhuma taxa extra para usar o comparador de transportes mais completo do Brasil! Após selecionar a melhor opção para você e seu bolso, é só clicar para ser redirecionado para o site ou app parceiro e então finalizar a compra.

Temos também o Promobit e o Pelando, este que é igual ao primeiro com a diferença que ele têm um termômetro que indica as ofertas mais curtidas, ambos voltados para Android e IPhone. Mas acessível também em pc´s comuns.


Afinal, o que é um comparador de preços?


 

Os comparadores de preço na internet são ferramentas que possibilitam aos clientes identificar lojas virtuais que comercializam os mesmos tipos de produtos e comparar os valores exigidos por item. Dessa forma, em alguns cliques, o consumidor consegue analisar as melhores condições com base nas suas necessidades e nas ofertas do mercado.

Devemos ressaltar que esses não são ambientes para o comércio de produtos. Os comparadores atuam como agregadores de informações de mercadorias semelhantes de diversos fornecedores em um mesmo local. Além de possibilitar a análise financeira dos preços, essa ferramenta pode atuar como um verdadeiro chamariz de clientes. Muitas vezes, os gestores cadastram alguns produtos apenas como um atrativo para o site do e-commerce.

Especialmente para os gestores que têm a concorrência de grandes players, a estratégia de comparadores de preços é uma excelente oportunidade, sendo útil para manter um monitoramento de perto dos concorrentes e entrar em contato com clientes que estão realmente interessados na compra.

Como os comparadores de preços funcionam?

Ainda com dúvidas sobre o funcionamento dos comparadores de preços? Então, vamos a um exemplo prático para não deixar dúvidas: suponha que o seu celular tenha estragado e que você vá precisar comprar um novo aparelho. As opções no mercado são infinitas, e a diferença de valores de uma loja online para outra é, muitas vezes, significativa.

Durante suas pesquisas na internet, você se deparou com um site comparador de preço e resolveu testar. Acessou a seção de smartphones, selecionou a marca desejada e o aparelho e consultou.

O site retornou, como resultado da consulta, o custo do modelo selecionado para diversas lojas conhecidas no mercado. Ao comparar os preços, você optou pela segunda loja apresentada, pois, apesar de ser R$ 50,00 mais cara que a primeira opção, o prazo de entrega era menor.

Agora, vamos aos aspectos técnicos por trás desse cenário que descrevemos. Os comerciantes que anunciaram o modelo escolhido contam com um serviço de comparador de preços e cadastraram no site os produtos que desejavam anunciar.

Quando você selecionou o modelo de celular desejado, forneceu os parâmetros necessários para que o comparador de preços faça sua pesquisa, sendo que ela pode ser realizada de diversas formas:

  • offline: nesse caso, os dados dos produtos já se encontram em uma base de dados armazenada no programa;
  • online: a pesquisa é feita no instante em que o consumidor insere os filtros por meio das informações dispostas nas páginas da internet;
  • metasearch: envio dos pedidos de consultas dos clientes para outros motores de buscas e compilação dos resultados em uma única lista.

Para pagar pelo serviço que os comparadores de preço fornecem, as lojas online destinam, por exemplo, uma pequena quantia para cada acesso ao anúncio. Alguns sites podem oferecer outras formas de pagamento, como pelo tempo da divulgação dos produtos.

Portanto, resumidamente, ao adotar uma estratégia de comparadores de preços, você anuncia os seus produtos em mais um canal de divulgação e atrai mais clientes. E como você deve imaginar, com uma estratégia bem elaborada, a conversão de vendas que vem por meio dessas ferramentas é expressiva.

Por que estar em um comparador de preços?

Para uma loja virtual multimarcas, os comparadores de preços devem fazer parte da sua estratégia de divulgação. Além de aumentar o mix de mídia, eles aumentam as possibilidades de conseguir leads, divulgar a marca e concretizar vendas.

Contudo, você deve considerar os seguintes pontos:

  • Meu produto pode ser comparado?
  • Tenho preços competitivos?

Esses dois fatores são os principais para um gestor de e-commerce focar em sua estratégia. Os demais têm menos relevância na decisão de comprte que entra pelo comparador já está no estágio avançado do funil de vendas; portanta dos consumidores que vêm por esse meio. A maior vantagem é que o clieno, as chances de que a aquisição seja realizada são muito maiores

Estratégia para trazer tráfego ao site

Se a estratégia é aumentar o tráfego no e-commerce, você deverá trabalhar com muitas ofertas nesses comparadores de preços. Sendo assim, leve sempre em consideração o fator produto: esses itens são passíveis de comparação? Laranja não se compara com limão, por exemplo.

Melhorar conversão com comparadores de preço

A estratégia baseada em maximizar o ROI exige do gestor de e-commerce um acompanhamento diário. É importante destacar que, dentro da estratégia de vender com um ROI considerado bom, o gestor deverá operar com a mentalidade focada nos dois fatores principais: preço e produto (abordados no início do texto).

Quando um cliente chega pelo comparador de preço, além de estar em estágio avançado na decisão de compra, a maioria (para não dizer 100%) está em busca de economia. E o menor custo apresentado é o que normalmente converte nesse tipo de mídia

Confira, abaixo, com o que você deve se preocupar para ter eficiência nessa estratégia.

Seleção

Customize seu XML ou envie uma planilha de produtos somente com os produtos que mais vendem no seu e-commerce. Mas não abuse — a estratégia, aqui, é de conversão. Produtos que têm bom histórico de venda na sua loja tendem a ter uma performance melhor nesse tipo de mídia, desde que você tenha o menor preço e seu concorrente também os esteja anunciando.

Acompanhamento diário

Neste item, cabe acessar pela manhã o Analytics e acompanhar os seguintes dados:

  • produtos com acesso e com conversão;
  • produtos com acesso e sem conversão;
  • produtos sem acesso;
  • custo da campanha;
  • receita das vendas.

De posse desses dados, o gestor deverá tomar algumas medidas para maximizar o ROI.

Para produtos com acesso e conversão, pergunte-se: meu preço continua sendo o melhor? Não deixe a peteca cair. Mantenha o menor preço, desde que isso não agrida sua margem de lucro.

A dica mestra é: não deixe o valor tão mais baixo que o seu concorrente principal. Venda mais barato, porém, se houver uma diferença considerável, suba seu preço de forma a ficar mais próximo do concorrente com segundo melhor custo.

Para produtos com acesso e sem conversão, o melhor é verificar se você tem margem para competir. Se não tiver margem de lucro suficiente para abaixar o preço, retire os produtos imediatamente da sua relação, para que seu crédito não “sangre”. O termo “sangrar” é utilizado para definir produtos com acesso, que custam dinheiro na mídia e não convertem, ou seja, dinheiro desperdiçado.

Já os produtos sem acesso devem ser retirados da sua relação de produtos e substituídos por outros. Quanto ao custo da campanha, é importante identificá-lo para provisionar investimento futuro para a mídia.

Por último, os dados da receita das vendas: divida receita por custo para obter o ROI. Acompanhe esse indicador para saber o quão boa está sendo sua operação nas mídias comparadoras de preço. Um ROI ideal é 10, porém, por ser um canal com uma pegada mais agressiva, focado em preço, espere um retorno de, no mínimo, 5.

Quais são os principais exemplos de comparadores de preços?

Para quem ainda não trabalha com nenhum comparador de preço, pode iniciar imediatamente com, pelo menos, dois deles, sendo os mais acessados o Buscapé e o Zoom. Esses dois sites têm grandes investimentos em publicidade e já estão mais presentes na mente do consumidor online. Outra possibilidade é o Google Shopping, que conta com a força do mecanismo de busca para a atração de tráfego qualificado: na maior parte das vezes, os resultados do Google Shopping aparece mesmo antes dos anúncios e outros sites da SERP.

Já para o e-commerce que trabalha com ambos, a busca em aumentar o leque desse tipo de canal pode ser proveitosa e permitir a operação de estratégias diferentes para cada veículo. Alguns terão Custo por Clique (CPC) e volume de tráfego diferenciado, o que permitirá abordagens distintas.

É claro que, para isso, é importante não se esquecer da importância de ter uma plataforma de e-commerce de alta performance, que possibilite a otimização das conversões, aumentando as vendas e o número de clientes satisfeitos.

O que é o Google Shopping?

Com o passar do tempo, o Google Shopping tornou-se mais do que um simples comparador de preços. É uma ferramenta que realiza a intermediação entre uma loja virtual e os consumidores. Quando você faz a pesquisa de algum item no Google, repare que, na parte superior da página ou do lado direito, aparecem diversos produtos e os seus respectivos preços.

Os lojistas que desejarem aparecer ali devem pagar ao Google, por meio do sistema de CPC. Até o momento, não é possível efetuar uma compra dentro do Google Shopping. Para isso, o consumidor é direcionado ao site do e-commerce referente ao produto por que se interessou.

Contudo, mudanças estão por vir. A ideia é fazer com que o Google Shopping funcione, de fato, como um marketplace. Na prática, as compras serão realizadas dentro da própria ferramenta; ou seja, sem o direcionamento do cliente para uma loja virtual. Portanto, o Google passará a concorrer com os grandes marketplaces do mercado, como B2W e Amazon.

Como funciona o Google Shopping?

Para usar o Google Shopping, o primeiro passo é criar uma conta em uma outra ferramenta, o Google Merchant Center. Depois, você terá de preencher um formulário e informar o seu e-mail. De preferência, use o mesmo endereço eletrônico do Google Ads, a fim de facilitar a integração entre as duas ferramentas. Por fim, basta clicar na opção “Vinculação de contas” para adicionar o Google Ads.

Depois de selecionar os produtos da sua loja virtual que aparecerão no Google Shopping, você deve criar um arquivo no formato XML contendo todos os itens. Então, envie esse arquivo para o Google Merchant Center. Os dados a serem informados são: nome, categoria, preço, quantidade e outras especificações. Para a conclusão do procedimento, clique na opção “Produtos” e, então, em “Feeds”. Dessa forma, o XML estará apto para o upload.

Quais são os benefícios do Google Shopping?

Para quem tem e-commerce, contar com o Google Shopping pode render excelentes resultados. Confira, a seguir, os benefícios do uso dessa ferramenta.

Maiores chances de efetuar uma venda

Nem sempre uma pessoa precisa passar por um funil de vendas antes de comprar um produto. Quando ela procura pelo que deseja no Google, é normal que já tenha informações sobre o item obtidas em outras pesquisas.

Logo, conclui-se que, se os seus produtos estiverem bem descritos, com uma foto legível e um leque de opções para pagamento, as chances de a venda acontecer aumentam significativamente. Daí a importância de planejar bem o conteúdo do arquivo XML antes de enviá-lo para a ferramenta do Google.

Melhora o remarketing

Conforme foi dito na subseção anterior, quem procura um produto no Google Shopping e é direcionado para o seu e-commerce tem mais propensão para concluir uma compra. Nesse sentido, aplicar uma estratégia remarketing com esses usuários tende a surtir efeitos bastante positivos.

Os usuários encontrarão os seus produtos com maior facilidade

Quem anuncia no Google Shopping sabe que seus produtos terão uma chance maior de aparecer. Afinal, os itens são mostrados antes mesmo dos anúncios nos resultados da busca.

Isso ainda oferece outras duas vantagens — a primeira é que você pode aparecer para um potencial cliente antes dos concorrentes; e a segunda é que até mesmo uma pessoa que ainda não conhece a sua loja pode fechar um negócio.

Relatório de performance

Além dos benefícios já citados, caso uma estratégia não dê o retorno esperado, é possível reverter isso. O Google Shopping disponibiliza relatórios contendo, entre outras informações, os itens que receberam mais cliques, taxa de conversão, etc.

Esses relatórios serão a base para a extração de insights. Na prática, você terá os meios de implementar novas estratégias ou ajustes na estratégia usada atualmente. Tudo isso pode ser feito de forma rápida, com precisão, a fim de melhorar a performance de vendas do e-commerce.

Como obter o máximo proveito do Google Shopping?

Seja o mais detalhista possível na hora de descrever os produtos que aparecerão nos resultados da pesquisa. Nas imagens, não deixe de colocar URL, ofereça várias formas de pagamento e preços promocionais. Também é importante especificar no arquivo XML o período de tempo por que os itens estarão à mostra no Google Shopping.

Estratégia de comparadores de preços no e-commerce: quais vantagens ela traz?

Você deseja utilizar os mesmos recursos dos líderes do mercado? Então, não pode deixar de aproveitar as diversas vantagens que a estratégia de comparadores de preços traz para o e-commerce. Continue conosco e veja as principais abaixo.

Prospecção de novos clientes

Antes de tudo, precisamos falar sobre a prospecção de potenciais clientes. Ao expandir os canais de divulgação dos seus produtos utilizando os comparadores de preços, você abre a oportunidade de atingir um outro grupo de consumidores que, inicialmente, não teriam contato com sua loja online.

Essa ferramenta possibilita que os gestores cuidem da imagem da empresa, transmitindo maior segurança para os compradores e, inclusive, melhorando o relacionamento com eles. Aqui, uma dica importante: é essencial que a estratégia de comparação de preços seja combinada com outras técnicas de marketing para a retenção dos clientes. Afinal, pouco adianta prospectar novos clientes se o seu negócio não consegue retê-los.

Disponibilidade de divulgadores da sua loja virtual

Uma vez que o usuário faz uma busca em um site de comparação de preços e clica no anúncio, ele será redirecionado para a plataforma de e-commerce do fornecedor escolhido, ou seja, ao adotar essa estratégia, você divulgará a sua loja indiretamente.

Após o direcionamento do cliente para o seu comércio online, é necessário ter a estrutura necessária para que ele finalize a compra — e, quem sabe, compre outros itens. Portanto, cuide do layout do seu site, disponibilize integração com diferentes empresas de pagamento e de fretes e sempre apresente informações claras sobre os produtos.

Nós sabemos que adotar uma plataforma de e-commerce de alta performance requer um investimento significativo e um planejamento prévio. No entanto, as vantagens que o seu negócio pode adquirir com uma estrutura mais robusta são inúmeras. Assim, avalie bem seus objetivos e necessidades e não perca nenhuma oportunidade para expandir o comércio.

Aumento da credibilidade do negócio

A maioria dos comparadores de preço disponibiliza a avaliação de compradores que já realizaram alguma compra, o que é uma grande vantagem, visto que pode influenciar positivamente a credibilidade da marca perante os consumidores.

Devido à infinidade de opções e concorrentes que oferecem o mesmo produto, qualquer detalhe pode fazer a diferença para a decisão do consumidor. Todavia, o item comercializado precisa ser de qualidade, e os preços, competitivos, para que sua loja seja bem avaliada.

É essencial que um membro da sua equipe monitore os comentários dos consumidores e entre em contato para esclarecer eventuais dúvidas ou resolver problemas. Lembre-se de que uma boa comunicação com os clientes é o que diferencia as marcas de sucesso das demais.

Obtenção de diferencial competitivo

A combinação das diversas vantagens que a estratégia de comparadores de preços possibilita se traduz em um verdadeiro diferencial. Ao elaborar uma estratégia de comparação de preços concisa, investindo em uma plataforma de e-commerce com diversos recursos, monitorando os concorrentes e, ainda, atraindo mais clientes, você terá todas as condições para levar o negócio para outro patamar de eficiência e competitividade.

Ao longo deste texto, você deve ter percebido que a estratégia de comparador de preços pode ser muito vantajosa. No entanto, antes de escolher os comparadores que devem ser utilizados, é sempre importante avaliar a estratégia do seu negócio. Por fim, não se esqueça da importância que a plataforma de e-commerce terá para o seu sucesso!

*Artigo publicado originalmente em fevereiro de 2018 e atualizado em janeiro de 2020.

Fonte: TrayCorp

Itens

Controle das emoções

A compra por impulso é uma das grandes inimigas da economia. Quase sempre, quando compramos algum produto impulsivamente, sem observar a velha relação “custo x benefício”, corremos o risco de pagarmos mais por algo que talvez não nos atenda como desejamos. Portanto, sempre reflita sobre a real utilidade do que estiver comprando e reserve um tempo para comparar preços, inclusive levando em conta produtos concorrentes.

Isso não significa que você não pode satisfazer os seus desejos. Significa apenas que não há mal nenhum controlar suas emoções na hora de satisfazê-los.

Não se convença tão rápido

A função dos vendedores e da propaganda é convencer você que tal produto é o melhor e que está com o melhor preço naquela ocasião. Por outro lado, cabe a você fazer uso do seu senso crítico e não se deixar convencer tão rápido. Pode ser que na próxima loja você encontre o mesmo produto por um preço mais baixo ou outra marca mais barata e, quem sabe, até com qualidade superior.

Abuse da internet

Ninguém duvida que a internet é uma forte aliada do consumidor. Por meio dela — com extrema facilidade e no conforto da sua casa ou do escritório — você pode percorrer em poucos minutos dezenas de lojas virtuais e fazer a comparação de preços e de produtos. Então, use essa ferramenta à vontade com a certeza de que, além de não custar nada mais do que você já pelo serviço, ela pode proporcionar uma boa economia

Fique de olho nos juros ocultos

É possível que você encontre um produto ofertado por tantas parcelas sem juros e que oferece um desconto no pagamento à vista. De fato, os juros já estão embutidos nas parcelas. Portanto, compare os valores parcelados entre diversos fornecedores e, sempre que possível, prefira o pagamento integral se houver desconto.

Fique de olho no frete

Realmente, comprar em lojas virtuais é mais prático e oferece aquela oportunidade de fazer as pesquisas com maior facilidade, como já foi dito aqui. Porém, você não pode deixar de considerar o valor do frete, se ele for cobrado. Dependendo, pode valer muito mais à pena você comprar em uma loja física. Mas, se for esse o caso, também não deixe de considerar que você pode pagar um estacionamento que pode custar tanto quanto o frete, dependendo do local. Faça as contas!

Promoções e Cupons de Desconto

Muitas vezes as pessoas não valorizam os encartes promocionais das lojas ou os cupons de desconto que elas oferecem, acreditando que aquilo só representa acúmulo de papel. Por outro lado, é preciso considerar que, além de garantir que os preços mais baixos poderão ser pagos no estabelecimento da promoção, esse material também pode servir para obter descontos até maiores nas lojas concorrentes.

Black Friday

A Black Friday é aquela sexta-feira de novembro quando as lojas fazem promoções. Há quem acredite que nesse dia as promoções não são verdadeiras e há até quem brinque, dizendo que tudo é vendido pela metade do dobro. Mas, não é bem assim. Na Black Friday, muitas empresas aproveitam para a se livrarem de estoques, o que é preciso fazer para liberar o espaço para novas mercadorias que chegarão para ao Natal que se aproxima. Além disso, nessa ocasião muitos empresários também correm atrás de um aumento no giro de clientes na loja e oferecem descontos reais.

Portanto, sempre que possível, aguardar a data para fazer suas pesquisas de preço e para comprar pode significar uma boa economia.

Programas de Pontos e Benefícios

Atualmente as operadoras de telefonia, operadoras de cartões de crédito, postos de combustíveis e até pequenos comércios oferecem pontos e benefícios com o objetivo de fidelizar a clientela. Essa é uma alternativa interessante, mas que deve ser analisada com cautela. Cabe a você se informar sobre a vantagem real desses benefícios.

Navegue em modo anônimo

Você já se perguntou para que serve a ferramenta Janela Anônima ou Privativa no seu navegador? Com esse recurso, você navega sem que fiquem registrados em seu computador/smartphone as páginas visitadas, as pesquisas, os cookies e outros arquivos temporários.

As empresas têm acesso a algumas dessas informações que seu navegador armazena quando você acessa à internet fora da Janela Anônima. Por isso, é comum ver anúncios de determinados produtos estampados em sites, no seu e-mail e nas redes sociais depois que você os procurou no Google.

Venda e ou troque o seu usado

As vezes seria mais fácil voçe trocar ou vender um produto que não utiliza mais, se para voce não serve, possa ser que uma pessoa no mundo precisse deste produto que está ola no fundo de sua gaveta.

Se você não faz questão de comprar produtos novos, você pode também encontrá-los por preços muito mais baratos em sites como o Mercado Livre, o Enjoei e o OLX.




Plataformas de afiliados

Ganhar dinheiro na internet já virou objetivo de muitas pessoas nessa era de tecnologia. E as plataformas de afiliados chegaram para facilitar esse ganho extra.

Por isso, você já pensou em ser um afiliado e ganhar dinheiro sem sair de casa?

Talvez você não esteja entendendo nada e esteja interessado pelo assunto. Ou já tenha ouvido falar das plataformas mas não entende ainda o potencial delas.

Plataformas de afiliados permitem ganhar dinheiro na internet

Você sabia que o “afiliado” já é considerado uma profissão tendência para os próximos anos? Assim como blogueiros e youtubers, tem tudo para ser a ocupação de milhares de pessoas.

A seguir, você vai entender melhor o que é o programa de afiliados, como funcionam as plataformas e como ganhar dinheiro com isso. Continue a leitura para saber mais!

Afinal, o que é programa de afiliados?

O programa funciona por meio de uma plataforma de afiliação. É ela que faz a ponte entre o anunciante e o afiliado (explicaremos melhor esses termos mais adiante).

No entanto, há diversos tipos de programa de afiliados, entre eles CPC (Custo por Clique), CPA (Custo por Aquisição), CPL (Custo por Lead) e CPM (Custo por Mil Impressões).

Em alguns casos, é feita uma pré-seleção pelo anunciante para se certificar de que o afiliado está de acordo com sua proposta.

Na plataforma, o anunciante (dono do produto) disponibiliza o cadastro dos afiliados, os quais poderão “revender” o produto e ganhar comissão sobre as vendas.

É o anunciante que dita as regras. Ele informa nome do produto e público-alvo, define preço e comissão. A plataforma cobra uma taxa para hospedar essa parceria e fazer as transações.

Com isso, já é possível saber o valor líquido da venda e quanto o afiliado vai levar. Alguns anunciantes trabalham fortemente o relacionamento com seus afiliados, a fim de alavancar as vendas.

Nesse programa, as duas partes ganham. Há também premiações para os top afiliados, os que mais vendem.

Quais são os tipos de programas de afiliados?

Para fazer parte de um programa de afiliados você precisa saber o que é CPA. A sigla é a tradução de Cost Per Action (Custo por Ação). A remuneração do afiliado acontece quando um determinado objetivo é atingido.

Na maioria das vezes, esse objetivo é a venda. Mas há outras metas, veja a seguir:

Custo por clique CPC

A remuneração é efetuada por clique. Pode ser em banners, links e botões em artigos.

O pagamento é pelo tráfego qualificado, ou seja, um público interessado no anunciante. Normalmente tem o objetivo de aumentar o número de acessos do link final.

Custo por Aquisição CPA

É quando uma determinada ação é concluída por um usuário, como a venda de um infoproduto. É a forma mais utilizada no programa de afiliados.

Custo por Lead CPL

O chamado lead é o cadastro de um usuário, obtido por meio do preenchimento de um formulário. A comissão do afiliado se dá pela captura do lead.

Geralmente, é apenas um e-mail de contato, mas pode se expandir, desde área de interesse até telefone pessoal. O objetivo do anunciante é aumentar sua base de clientes, focado em segmentação do público.

Custo por Mil Impressões CPM

Nesse tipo, a comissão é paga a cada mil vezes que um anúncio é exibido. Normalmente o objetivo da campanha é exposição da marca e geração de tráfego.

Como funcionam as plataformas de afiliados?

Agora que você já sabe o que são as plataformas de afiliados e quais são os tipos de programa, chegou a hora de entender como elas funcionam.

As plataformas possibilitam a parceria entre produtores e anunciantes com os afiliados.

Elas facilitam a aferição das recomendações e promoções de produtos e serviços, para que possam ser efetuados os pagamentos de comissões. Sem as plataformas de afiliados, seria extremamente difícil o controle dessas comissões.

Para o afiliado, é totalmente gratuito se cadastrar na plataforma e começar a usar os links de produtos e serviços de anunciantes.

Já para os anunciantes, a plataforma desconta uma taxa sobre o valor do produto. Um mesmo anunciante pode ter uma rede ilimitada de afiliados.

Veja como funciona o processo

1º Quem quer ser um afiliado entra na plataforma e se cadastra gratuitamente.

2º O afiliado se inscreve nos produtos e serviços de seu interesse e aguarda a autorização do anunciante. Isso é geralmente um processo bem rápido e simples.

No entanto, vale lembrar que cada afiliado tem um link único de venda. É esse link que ele vai promover e divulgar para alavancar as vendas do anunciante.

O que acontece é que o sistema rastreia o clique no link e credita a venda ao afiliado, gerando a comissão.

Também é importante ressaltar que a venda não precisa ser no primeiro clique. Alguns anunciantes permitem que o rastreio permaneça por até 30 dias.

Ou seja, se um usuário clica no link de afiliado, vai para a página do anunciante, não compra, mas volta no prazo de 30 dias e realiza a compra, o afiliado ganha sua comissão.

Esse prazo é variável, podendo ser curto de até sete dias. Veja a seguir o que é possível com as plataformas de afiliados:

  • Hospedar o produto e disponibilizá-lo para afiliação;
  • Definir o programa de afiliação;
  • Trackear os Cookies dos links de afiliado;
  • Processar pagamentos e entrega do produto;
  • Gerir as transações e ganhos;
  • Controlar estatísticas de engajamento e conversão.

O papel de cada um nas plataformas

No programa de afiliados, há três agentes importantes e necessários para que a operação aconteça. Veremos agora as definições de anunciante, afiliado e cliente.

O anunciante

Ele é o dono do produto ou serviço. Pode ser uma empresa ou até mesmo um único profissional. É ele quem vai contratar o serviço da plataforma de afiliação, com o objetivo de criar uma rede de promotores, os afiliados.

Dessa maneira, ele consegue distribuir seu produto ao maior número de pessoas possível.

O afiliado

É responsável por promover o produto do anunciante em troca de uma comissão. Pode ser também uma pessoa ou uma empresa. Normalmente, para fazer essa divulgação, ele usa o chamado marketing de afiliado.

Ele usa estratégias de marketing digital em sites, blogs, redes sociais e outros canais para monetizar seus conteúdos. Quanto mais nichado é esse conteúdo, mais efetivo será o afiliado (trabalhando um produto que esteja de acordo com seu nicho).

O cliente

De fato, a pessoa mais importante em todo esse processo é, sem dúvidas, o cliente. É ele quem vai validar a eficiência da plataforma de afiliado, gerando lucro tanto para anunciante quanto para o afiliado.

Vale destacar, porém, a importância do bom relacionamento entre anunciante e afiliado. É um verdadeiro trabalho em conjunto, já que a venda é do interesse dos dois.

Para isso, ambos precisam manter um contato próximo e baseado em resultados, sempre analisando o que pode ser melhorado.

Um bom começo, por exemplo, é aliar a produção de conteúdo adequado pelo afiliado a uma oferta adequada do anunciante.

Confira alguns programas

Afilio

aec

Afilio trabalha com vários modelos comerciais. Focada em marketing de performance, foi criada em 2008 e se consolidou por oferecer melhores resultados na web e no mobile, seja em leads, vendas ou exposição da marca.

Tem uma base de mais de 50 mil afiliados, selecionados e aprovados manualmente em cada campanha.

Foca em uma audiência segmentada e qualificada, nacional e internacional, com modelos de campanha por performance: você paga somente pelo resultado validado.

Afiliados

aec

Afiliados, se você for um, pode ganhar dinheiro somente divulgando produtos pela internet?

Toda venda realizada através dessa divulgação é atribuída ao afiliado e, após o faturamento, gera uma comissão!

O Afiliado escolhe a oferta ou material de divulgação

O consumidor clica na divulgação feita pelo afiliado, é direcionado para os nossos sites e finaliza a compra

As vendas geradas pela divulgação serão exibidas na plataforma. O Afiliado ganhará uma comissão pela venda faturada

Hotmart

aec

Hotmart é a mais usada principalmente para cursos online. Permite cadastrar gratuitamente produtos digitais, configurar como eles serão entregues e definir os valores de venda e de comissão para os afiliados.

São mais de 700 mil usuários para afiliação. Já os afiliados podem selecionar os melhores produtos para a sua audiência e desenvolver uma estratégia de divulgação.

A Hotmart tem mais 70 mil opções de produtos em 24 categorias diferentes. Possui uma área de membros gratuita e, segundo eles, a maior taxa de conversão do mercado. Não precisa pagar nada para começar, você só paga quando fizer vendas.

Monetizze

aec

Monetizze, seu diferencial é um checkout focado na conversão.

Na página de saída, é possível adicionar seu próprio chat, código do Google Analytics, escolher se vai ser obrigatório os campos como telefone, CPF e endereço, entre outras vantagens.

O sistema é totalmente integrado com as principais ferramentas de marketing digital do mercado, sem custo adicional. Disponibiliza pixel de conversão, recuperação de carrinho e recorrência, entre outros serviços.

Eduzz

aec

Eduzz tem o objetivo de ajudar pequenos e médios empreendedores a realizar suas vendas online de forma fácil, otimizada e mais barata.

Oferece um rico suporte por meio de variadas ferramentas. Entre elas Analytics, Central de Documentos Fiscais, Banco Virtual e recuperação de vendas.

Uma das grandes vantagens da Eduzz está na taxa de transação de 4,9%, a melhor do mercado.

Para os afiliados, ela oferece estratégias digitais, apoio de uma equipe dedicada em recuperar vendas e possibilidade de pagamento a partir de dois dias após a venda.

Click Bank

aec

Click Bank é considerada a maior plataforma de produtos digitais do mundo.

Ao se cadastrar na plataforma, será gerado o ID de afiliado, que será a identificação do cliente na ClickBank.

Esse ID poderá ser utilizado para promover qualquer produto disponível na plataforma.

E diferentemente do Hotmart, no qual para cada produto é gerado um link de afiliado, na ClickBank o ID será o mesmo para qualquer produto disponível na plataforma.

Afiliados Uol

aec

Afiliados Uol um programa que paga por cliques e possui algumas formas de customizar as propagandas.

Com isso, é possível utilizar os afiliados de vários produtos da UOL. Além disso, há serviços de hospedagem, loja online, e-mail marketing, entre outros.

Uma das vantagens dessa plataforma é que a UOL é uma marca forte, o que pode tornar os seus produtos boas referências.

Outro benefício é que a remuneração pode ser realizada pela mensuração de cliques, sendo uma oportunidade de ganhar dinheiro na internet.

Lomadee

aec

Lomadee é mais uma plataforma de afiliados disponível.

Ele oferece as opções de ganho por clique e comissão por vendas.

A plataforma ainda apresenta grande quantidade de anunciantes e também permite a segmentação dos produtos por tipos.

Essa é uma boa alternativa para aqueles que desejam vender produtos físicos e de setores diferentes do mercado, desde os eletroeletrônicos até mesmo ao turismo.

Além disso, o pagamento é realizado mensalmente, por volta do dia 10, e é necessário ter uma conta no Bcash para receber o valor.

Associados Amazon

aec

Associados Amazon também conta com um programa de afiliados. A empresa oferece um grande acervo de livros e outros produtos.

É uma boa plataforma para você indicar para sua audiência comprar, já que tem credibilidade e gera confiança sobre a entrega do produto. Além de contar com um preço justo.

Vale ressaltar que as comissões variam, mas podem chegar até a 9%, de acordo com o programa.

Outro benefício é que se os visitantes que chegarem ao site por meio dos seus links adquirirem outras ofertas, você também receberá uma comissão.

Awin

aec

Awin tem origem na Europa, mas está cada vez mais popular no Brasil.

Esse programa de afiliados tem como objetivo conectar gestores de sites e de blogs com anunciantes do mesmo segmento, aumentando as chances de conversão.

Tudo é feito com o uso de links rastreáveis, através dos quais é possível localizar a origem da divulgação.

JivoChat

aec

JivoChat é uma empresa que paga seus afiliados em forma de comissões recorrentes.

Esta comissão é referente a 30% do valor da mensalidade do serviço, para sempre, enquanto o cliente indicado continuar ativo.

Eles oferecem um chat online com recursos profissionais projetados para aumentar as vendas de seus usuários. Além do chat para sites, o JivoChat conta com sua própria ferramenta de callback e oferece integração com outros canais de comunicação e vendas.

Isso que faz dele uma solução versátil que pode atender todas as páginas de sua audiência.

Cursos 24 horas

aec

Cursos 24 horas é um programa de afiliados baseado nos cursos oferecidos pela empresa. É ideal para qualquer tipo de segmento de mercado, uma vez que eles possuem uma gama de treinamentos.

Cada vez que um dos seus visitantes resolver conhecer mais sobre os Cursos 24 Horas e decidir se inscrever nas aulas, você recebe uma comissão. É um modelo simples e direto.

Nitro News

aec

Nitro News é uma ferramenta de email marketing

O Nitronews é um ferramenta on-line de gestão de campanhas de email marketing. Somos a primeira empresa a oferecer uma modalidade gratuita, que possibilita 10.000 envios todo mês, para sempre.

Nossos planos são divididos em: Gratuito, Mensal (assinatura) e Plano de Créditos (pré-pago). Atualmente, mais de 29 mil empresas usam nossa solução.

Muitas empresas abrem conta gratuita e poucos dias depois contratam um plano pago. Ou seja, você pode ser comissionado duplamente, pois pagamos R$ 2,00 para cada conta gratuita que você indicar!

Rakuten Advertising

aec

Rakuten Advertising é considerado uma das mais antigas redes de parceiros afiliados, e agora é uma quantia justa menor do que alguns dos maiores participantes do setor de afiliados.

Existem alguns recursos do Rakuten LinkShare (como é conhecida) que diferenciam essa plataforma do resto. Por exemplo, eles têm a capacidade de rotacionar os vários banners automaticamente para um produto, o que é uma grande vantagem ao tentar otimizar suas ofertas.

Quer seja blogger, influencer, desenvolvedor de aplicativos ou empresa, a principal rede global de afiliados da Rakuten Advertising ajuda você a ganhar dinheiro com seu conteúdo digital e a criar melhores experiências para seus visitantes.

Faça parceria com as principais marcas de todos os setores, da moda aos serviços financeiros.

Faça campanhas inteligentes com recursos avançados da plataforma, como Multi-touch commissioning, ferramentas personalizadas de curadoria e deep linking e sistema sólido de apresentação de relatórios.

Descubra por que mais 150.000 afiliados globais escolhem nossa rede de editores afiliados.

Lovense

aec

Lovense perfeito para bloggers sobre assuntos adulto, modelos webcam, webmasters o comunidades de relacionamentos a longa distancia

Ganhe até 20% em comissões por venda referiadas a nós.

Shopify

aec

Shopify, no mundo do comércio eletrônico, é difícil não ter ouvido falar pelo menos uma vez sobre o Shopify – uma das maiores plataformas de ecommerce no mundo inteiro.

A ferramenta oferece soluções para vendas através de múltiplos canais digitais, como loja virtual, marketplaces, dropshipping, etc.

A média de comissões do Shopify é de US$ 58 por usuários que se inscreverem em um plano pago através de seu link e US$2000 para usuários que adquirem o plano Shopify Plus. Além disso, a própria empresa disponibiliza funis automatizados e ferramentas para ajudá-lo a engajar seu público.

Nuvemshop

aec

Nuvemshop é uma das maiores plataformas de ecommerce no Brasil e na América Latina e também oferece seu próprio programa de parceiros onde você contará com o apoio de uma equipe especializada que oferece suporte, treinamento, conteúdos exclusivos e muito mais para ajudá-lo a vender como afiliado.

Dessa forma você poderá oferecer uma plataforma profissional para empreendedores em busca de abrir sua própria loja virtual para começar a vender online.

Confira as informações sobre comissões diretamente com a equipe de afiliados da Nuvemshop.

Hostgator

aec

Hostgator, saindo do cenário de lojas virtuais mas ainda mantendo o foco em soluções digitais, não poderíamos deixar de apresentar o programa de afiliados do Hostgator – considerado uma das melhores soluções de hospedagem no Brasil e no mundo.

Em seu programa de afiliados, você recebe um valor predeterminado e escalável de acordo com o número de clientes que gerar para a ferramenta. Para exemplificar, de 1 a 5 clientes você ganhará R$ 70 por indicação, já a partir do 21º cliente cadastrado, você começará a ganhar R$ 175 por indicação.

O processo de cadastro é simplificado, portanto não deixe de conferir para começar a vender um serviço de hospedagem com armazenamento cloud para seus clientes.

Nitronews

aec

Nitronews a primeira plataforma de e-mail marketing a oferecer a modalidade gratuita no Brasil, o Nitronews também pode ajudá-lo a começar a ganhar dinheiro como afiliado trabalhando de onde você preferir.

O comissionamento deles é fixo para cada tipo de cadastro: conta gratuita ou pré-pago.

Para cada conta gratuita indicada você ganha R$ 2.

Já para as contas pagas, você recebe uma comissão de 31% sobre o valor da compra – e continuará a receber a mesma comissão recorrente enquanto o cliente permanecer ativo.

Sendinblue

aec

Sendinblue é outra solução de e-mail marketing, CRM, automação de marketing, SMS marketing e também apresenta um programa de parceiros pagando em Euros.

A ferramenta profissional conta com todos os recursos que clientes esperam encontrar em uma solução de marketing completa, sendo uma excelente opção para divulgar aos seus clientes.

Já em relação aos valores, você receberá comissões em valores fixos de 5 Euros para cada nova conta criada no Sendinblue e 100 Euros para clientes que realizarem um pagamento na ferramenta.


Sociais

Facebook | Instagram | Twitter | Whatsap | Email | Messenger

Fique por dentro das novidades!

Acesse nossas redes sociais.

Sempre teremos...

Novas lojas!

Novos lugares!

Parceiros

Alguns sites que poderá ser visto aqui.
6PM Ali Express - Alibaba - Alibaba - Amazon - Asos - Bloomingdales - Carters - Carters - Casas bahia - Cd Universe - Century21 - Colombo - Dafiti - DX extreme - Eastbay - Ebay - Epayment - eStarland - Extra - Extra - Fanatics - Fastshop - Ligth in the box - Livraria saraiva - Lojas americanas - Lomadee - Macy´s - Magazine luiza - Marissa - Net Shoes - Nordstrom - Onofre - Pague menos - Pão de acçucar - Polishop - Ponto frio - Sadia - Saks Fifth Avenue - Shopbop - Shopper...